Relatório da Indústria das Comunidades de 2022. Parte 1

dados gestão notícias
Métricas de comunidades

 

As equipes das áreas de Comunidade das empresas estão crescendo muito nos últimos anos. A  maioria das empresas também relata que está aumentando seu percentual de investimento  na área em 2022.

 

As afirmações vem do relatório da Indústria da Comunidade de 2022 realizado pela CMX,  a maior rede de profissionais da área de Community  dos EUA. No relatório constam respostas de 778 profissionais da área que completaram uma pesquisa online entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022.

 

Os resultados incluem profissionais de Comunidade de 64 países representando uma imensa variedade de indústrias e empresas.

 

 

 

Tivemos acesso às respostas de alguns dos entrevistados, mas pra isso você tem que ler até o final, ok?

 

Então bora lá.

 

Nesta primeira parte do artigo, vamos ver 8 dados do relatório, que são:

 

  • O foco principal das comunidades
  • O setor das comunidades
  • O nível de especialidade
  • O tempo de experiência na área
  • O gênero e etnia das comunidades
  • A estrutura da equipe 
  • Os eventos
  • As maiores dificuldades dos Community Managers

 

Veja  quais são os principais públicos das comunidades segundo a pesquisa da CMX. 

 

B2B  - 64%

B2C - 41%

Educação - 17%

Organizações Sem fins lucrativos (ONGs) - 14%

Web 3.0/Cripto - 5%

Governo - 4%

Outros - 7%

  

 


O que é uma comunidade?

 

 

  • O setor da comunidade

 

Estes são os setores nos quais  Community Manager mais atua:

 

Tecnologia - 47%

Educação - 11%

Organizações sem fins lucrativos (ONGs) - 7%

Serviços profissionais - 6%

Finanças  - 6%

Assistência médica - 3%

Consumidor varejo - 3%

Jogos - 10%

Outros - 10%

 

 

 

  • O nível de especialidade dos Community Managers

 

Veja quais são os níveis de especialidade dos Community Managers.

 

Associado/Especialista - 19%

Gerente - 42%

Diretor - 20%

VP - 2%

Diretor Executivo/Chefe da Comunidade - 5%

Fundador - 8%

Outros - 4%

 

 


Quem é, o que faz e quanto ganha um Community Manager?



 

  • O tempo de experiência na área

     

Menos de 1 ano - 12%

1-2 anos - 17%

3-4 anos - 21%

5-7 anos - 22%

8-9 anos - 7%

10+ anos - 21%

 

 

  • O gênero e etnia das comunidades

     

Existem comunidades espalhadas pelo mundo inteiro e este relatório mostra a porcentagem de diferentes etnias que lideram uma comunidade:

 

Branco - 70%

Hispânico ou Latino - 11%

Sul da Ásia - 7%

Descendência negra ou africana - 5%

Sudeste Asiático - 4%

Leste Asiático - 3%

Oriente Médio - 3%

Multirracial - 3%

Indígena - 1%

Outros - 1%

 

O gênero maior foi o Feminino com 64%, masculino com 35% e não binário 1%. 

 

 

 

 

  • A estrutura da equipe da comunidade

 

A maioria (64%) dos entrevistados relata que seu trabalho em tempo integral é focado na comunidade. 

 

Já os 36% restantes relataram que trabalham em outras funções além da comunidade, como por exemplo marketing ou comunicação.

 

Embora a comunidade geralmente continue fazendo parte do departamento de marketing, 22% relataram que eles têm uma equipe de comunidade dedicada, acima dos 15% em 2021. Bacana, hein?

 

Este é um grande sinal de que as equipes da comunidade estão se tornando essenciais para o negócio.

 

 

  • Os eventos

 

Os liderados pela comunidade estão ganhando popularidade.

 

44% dos que executam eventos relatam que alguns ou todos os seus eventos são liderados pela comunidade. 

 

25% dos que têm eventos liderados pela comunidade começaram no ano passado, em 2021. 

 

Dos que ainda não estão realizando eventos liderados pela comunidade, 49% planejam fazê-lo no próximo ano. 

 

Já deu pra ver que os eventos têm grande importância em uma comunidade, certo? 

 

 


5 métricas de comunidade para eventos online

 

 

  • As maiores dificuldades dos Community Managers

 

A pesquisa pediu  aos profissionais da comunidade que identificassem os três principais desafios que enfrentam. Os desafios mais comuns são:

 

  1. Engajamento consistente de membros
  2. Quantificando o valor de sua comunidade
  3. Lidando com esforços manuais

 

Esses foram os três principais desafios a cada ano que fizemos essa pesquisa.

 

 


Gamificação como estratégia de retenção de clientes

 

 

Além dos desafios acima, foram citados outros. Veja só:

  1. Difícil engajar os membros de forma consistente - 46%
  2. Difícil quantificar o valor da comunidade - 38%
  3. Os esforços são em grande parte manuais e não automatizados - 34%
  4. Pessoal insuficiente - 27%
  5. Orçamento insuficiente - 16%
  6. Faltam as ferramentas e tecnologia certas - 16%
  7. Não consigo acessar os dados de que preciso - 16%
  8. Difícil atrair novos membros para a comunidade - 16%
  9. Difícil de trabalhar obter adesão da liderança - 14%
  10. Difícil trabalhar efetivamente com outras pessoas na minha organização - 11%
  11. Difícil manter uma experiência de marca consistente - 9%
  12. Negatividade ou comportamento tóxico na comunidade - 9%
  13. Planejar eventos leva muito tempo - 7%
  14. Difícil de gerenciar estruturas complexas de governança e votação - 1%
  15. Não tenho frustrações sobre nossa comunidade - 3%

 


Você também se identificou com algumas dessas dificuldades?

 

Estamos todos no mesmo barco, né verdade? Mas relaxa porque podemos vencer esses problemas. Olha só algumas dicas que alguns Community Managers compartilharam para vencer essas dificuldades mencionadas acima:

 

- "Criar uma conversa em que genuinamente perguntamos como eles estão pessoalmente e o que estão fazendo. Adicionamos uma imagem ou vídeo que nos representa em um esforço para nos humanizar e mostrar a eles que somos pessoas iguais a eles. Isso resulta em um monte de imagens e anúncios ou suporte comentários que realmente envolvem a todos e os unem."

 

- “Pergunte a eles como eles entraram em nosso nicho de mercado.”

 

- "Você pode perguntar aos membros: 'Por que você está aqui?' Tudo começa com o porquê”.

 

- "Go-to é muitas vezes marcar outras pessoas dentro da comunidade para destacar algo que eles fizeram, marcando outras pessoas para responder/conectar em algo semelhante."

- “Geralmente nos inclinamos para oportunidades de engajamento 'divertidas' – enigmas, curiosidades etc. Os membros começaram a se envolver com coisas divertidas”.

 

Fonte: CMX Hub 

 

Vimos que as comunidades existem e prosperam por causa das pessoas que as administram, ou seja, por causa dos Community Managers.

 

O que encontramos é realmente emocionante. A indústria das comunidades está amadurecendo e as comunidades estão se tornando mais um departamento proeminente e independente dentro das organizações. 

 

Vimos muitos dados interessantes sobre as comunidades ao redor do mundo e ainda vamos ver outros dados na parte 2 deste artigo, por isso, fique ligado aqui no nosso blog e em nossas redes sociais. 

 

 

Entre na maior plataforma gratuita para Community Manager do Brasil. São +56 conteúdos em 34 horas com masterclass, e-books, mini aulas, gravações de eventos e meetups, podcast e muitos mais. Fique por dentro de tudo do mundo das comunidades. 

 

Veja também: 

 

 

 

 

 

Gabriela Montezi
Gabriela é analista de marketing digital da CM School, apaixonada pelo mundo digital e por criar conteúdos.

 

 

Receba nossa newsletter semanal