Como as comunidades ajudam a reter talentos nas empresas

dados engajamento estratégia
carreira em comunidade

 

Retenção de talentos é uma dor de praticamente 100% das empresas e não apenas as brasileiras.

 

O home office, carga horária flexível, etc... são alguns dos fatores que contribuem para a briga pelos melhores profissionais.

 

De acordo com uma pesquisa feita em 2021 pelo Bureau of Labor Statistics dos EUA, agência federal que coleta e divulga dados sobre o mercado de trabalho dos EUA, mais de 15 milhões de pessoas deixaram seus empregos no país.

 

Uma outra pesquisa da Microsoft feita em janeiro de 2021 mostra que 41% dos trabalhadores em todo o mundo estão pensando em deixar seus empregos.

 

Mas por que os funcionários em todo o mundo estão pedindo demissão em tempo recorde?

 

Porque estão, basicamente, repensando a maneira como querem trabalhar e viver e qual é a melhor forma de equilibrar as duas coisas.

É uma questão complexa e que desafia o RH e todos os gestores. De repente, aquele colaborador que vinha trabalhando e rendendo super bem comunica que deseja se desligar da empresa. A surpresa só não é maior que a frustração do seu gestor, que já sente antecipadamente a grande lacuna que terá que preencher.

 

 

 

 

As razões que levam à demissão voluntária

 

Por mais que um profissional busque novas oportunidades ou até mesmo a possibilidade de empreender em algo próprio, existem motivos que fortalecem a ideia de sair de uma empresa.

 

De forma geral, o bom profissional raramente dá indícios de que está insatisfeito com a empresa e que pretende se desligar em breve.

 

E quais são as razões que o levam a se desligar de onde estão?



1. Liderança ineficiente
2. Falta de oportunidades para crescimento profissional
3. Carga excessiva de trabalho
4. Competências subaproveitadas
5. Clima e cultura organizacionais ruins
6. Remuneração inadequada

 

A importância da retenção de talentos para empresa

 

Reter talentos contribui para o clima empresarial e, consequentemente, gera mais produtividade, engajamento (que é mega importante pra qualquer empresa) e trabalho em equipe. 

 

A competitividade está cada vez maior no mundo corporativo, e isso faz com que a necessidade de gerar planos de ação para que os melhores funcionários permaneçam na companhia aumente cada vez mais. 

 

Como as comunidades ajudam a reter talentos?

 

A comunidade é um meio super relevante pra identificar e reter talentos nas empresas.

Dentro de uma comunidade é possível:

 

  • identificar características essenciais dos membros
  • fazer pesquisas organizacionais
  • atrair e selecionar as pessoas certas
  • facilitar a comunicação
  • incentivar os feedbacks

 

Quer entender isso a fundo e como fazer na prática?  Se liga nessa dica mara:

 

 

 

 

Nos dias 07, 08 e 09 de novembro vai acontecer o CM Summit 2022, o primeiro e maior evento sobre estratégias de engajamento e community management da América Latina. 

 

O evento vai contar com vários palestrantes - entre eles está o Caio Infante, o maior especialista de Employer Branding no Brasil. São 20 anos de sucesso de liderança em Marketing, RH, Publicidade, prestação de serviços e suporte, desenvolvimento de negócios e relacionamento com clientes. 

 

No CM Summit 2022, o Caio vai falar sobre como as comunidades podem impulsionar a marca empregadora da sua organização.

 

Seu conteúdo pro CM Summit tá imperdível!

 

Para saber mais e realizar sua inscrição, é só clicar nesse link: CM Summit 2022

 

 

 

Gabriela Montezi
Gabriela é analista de marketing digital da CM School, apaixonada pelo mundo digital e por criar conteúdos.

 

Receba nossa newsletter semanal