3 dicas sobre diversidade para a sua comunidade

cultura inspiração liderança

A diversidade é a convivência de indivíduos diferentes em relação à etnia, orientação sexual, cultura, gênero, etc, em um mesmo lugar ou numa mesma comunidade.

Tornar uma comunidade diversa é um trabalho muito mais complicado quando aplicado no contexto social, pois existem estruturas sociais que impossibilitam ou dificultam determinadas pessoas a terem acesso a certos espaços, seja pela história de violência a um grupo ou por preconceitos da sociedade. 

Os motivos são os mais diversos, mas qual a relevância da diversidade nas comunidades?

1. Renovação

 

A diversidade não apenas apoia e aprimora sua comunidade, mas também faz com que ela engaje diferentes públicos.

A geração do milênio, a maior geração da história, também é a geração mais diversa. O livro recente When Millennials Take Over (quando a geração Millenium assumir o controle) mostra que, como a geração do milênio está crescendo cercada de diversidade, eles esperam encontrar diversidade nos espaços.

Se você espera que sua comunidade seja inovadora e não ultrapassada, seja acolhedora e aberta para essa nova geração, ser diversificado (e apoiar a diversidade) é fundamental.

2. Representatividade


O que será que uma mulher pensa quando entra numa comunidade que somente têm homens?

Qual a sensação que pessoas negras têm em entrar em comunidades em que predominam pessoas brancas? 

Pessoas da comunidade LGBTQIA+ em comunidades que não os acolhem?

A representatividade numa comunidade específica é um fator imprescindível para combater muitos estigmas, seja relacionado a comunidade negra, LGBTQIAP+ ou qualquer outro grupo marginalizado. 

3. Amplia seu público-alvo e recebe dicas valiosas

 

 

Se você está usando sua comunidade para estudar mais sobre o que seus clientes realmente esperam, então a diversidade também é essencial.

Uma comunidade com uma boa receptividade não apenas deixará as pessoas mais confortáveis ​​para ingressar ali, mas também aumentará a qualidade da discussão, possibilitando que você aprenda mais - ajudando assim o membro/cliente a aumentar a sua própria satisfação.

 

Sabemos que os clientes e membros estão buscando mais identificação nas comunidades. Pessoas negras estão abrindo comunidades focadas nelas próprias, assim como mulheres e a comunidade LGBTQIA+, ou seja, você pode estar perdendo diferentes públicos por não saber usar a diversidade para reter diferentes pessoas e ouvir novas perspectivas.

 

Em lugares engessados e sem diversidade, dificilmente essas sugestões seriam levadas a sério, visto que nossas experiências particulares moldam nossas perspectivas. Como cada pessoa tem uma vivência singular, baseada em uma bagagem cultural, interpretações e decisões, isso contribui para demonstrar a importância da diversidade na comunidade. Estamos falando de brainstorming cultural”.

Lembra da criação em 2020 do Band-Aid para diferentes tons de pele? De onde você acha que surgiu isso?

 

 

 

Ou seja, você pode usar a comunidade como forma de melhorar os processos de criação de novos produtos para vender para diferentes pessoas, mas você precisa ouvi-los, convidá-los e fazer com que eles se sintam-se pertencentes à sua comunidade.

Aproveito para deixar algumas comunidades que são focadas na comunidade LGBTQIAP+, comunidade negra e comunidade de mulheres empreendedoras.

 

 Movimento Black Money:

 

 

“Acreditamos Na Emancipação E Autonomia Do Povo Preto Através De Nosso Próprio Investimento”.

Valejo: 

 

 

“Existimos para potencializar e gerar renda para empreendedores LGBTQIA+”.

 

Instituto Rede Mulher:

 

“Temos como propósito apoiar projetos que visam empoderar mulheres empreendedoras, garantindo independência financeira e de decisão sobre seus negócios e vidas.”

 

Pretux:

 

 

“Somos uma comunidade que oferece apoio, direcionamento, mentoria e qualificação para os profissionais pretos de UX. “

 

Lembre-se que, mesmo implementando a diversidade na sua comunidade, você precisa reter esse público e, para isso, você precisa ser um CM que sabe ouvir de verdade, fazendo com que todos os membros se sintam realmente parte da comunidade.

Compartilhe esse texto com as pessoas que precisam aprender mais sobre diversidade.

Vamos juntos aprender a construir uma comunidade diversa. Conte com a CM School para isso! ;)

 

Adilson Souza
Adilson é criador de conteúdo da CM School e apaixonado por buscar estratégias para melhorar a educação brasileira.

 

 

 

Receba nossa newsletter semanal