Embaixadores não são influenciadores

digital gestão liderança
embaixadores e influenciadores

 

Muitas pessoas confundem e acham que embaixadores e influenciadores fazem as mesmas coisas do mesmo jeito. 

 

Marketing de influenciadores e marketing de embaixador da marca são duas estratégias eficazes - e diferentes - para impulsionar o alcance e as vendas de forma confiável.

As principais diferenças vêm da natureza do relacionamento e da forma como uma marca as gerencia.

Neste artigo vamos falar sobre o trabalho dos influenciadores e embaixadores, mostrar as principais diferenças entre um e outro e quais são os benefícios de ambos para as marcas.

 

Embaixador

 

Embaixadores de uma marca são pessoas reais que amam sua marca e seus produtos.

 

Esses indivíduos usam ativamente os produtos de determinada marca e querem espalhar o que pensam sobre seus produtos porque são apaixonados pelo que consomem.

 

Eles são como "a torcida organizada da marca".

 

Nem sempre são celebridades e nem sempre têm uma rede gigantesca de seguidores nas redes sociais. 

 

Podem ser funcionários, parceiros ou clientes.

 

Muitas vezes, entretanto, são autoridades dentro do seu nicho. Por exemplo:

 

  • Um dentista pode se tornar embaixador de um enxaguante bucal de uma marca confiável.
  • Um personal trainer pode ser embaixador da Lululemon.
  • Uma cabeleireira pode ser embaixadora da marca Lola.

 

A maioria dos embaixadores da marca concorda em manter um relacionamento contínuo com sua marca e continua promovendo-a várias vezes nas mídias sociais, eventos e através de networking. 

 

Em vez de usar um script, eles gostam de falar de maneira orgânica, como se estivessem tendo uma conversa com um amigo.

 

É por isso que os embaixadores da marca são importantes para sua estratégia de marketing.

 

Eles podem receber dinheiro ou produtos gratuitos como incentivo para seus serviços.

 

Como um bônus adicional... Os embaixadores são ótimas pessoas para testar novos produtos e receber feedback, pois estão sempre animados para ajudar a melhorar a marca.

 

Eles geralmente criam conteúdo, como postagens em redes sociais, imagens de produtos e artigos de blog.

 

Além disso, eles compartilham o conteúdo com seus amigos, que provavelmente fazem o boca a boca a pra outras pessoas (olha a melhor publicidade gratuita aí…).

 

Um embaixador da marca não fica tentando empurrar produtos ou opiniões. Em vez disso, eles estão simplesmente dizendo por que amam um produto a partir de suas próprias experiências. 

 

Como resultado, os embaixadores da marca dão aos (novos e futuros) clientes uma razão convincente para confiar em você.

 

Em poucas palavras, os embaixadores são seus porta-vozes informais, os rostos e vozes do produto!

 

Influenciador

 

Um influenciador é alguém com uma uma mídia social intensa e volumosa, ou seja, com bastante seguidores ou seguidores de blog, e que trabalha pra promover um produto pra aquela determinada marca. 

 

Em vez de contar aos outros sobre a marca pelo boca a boca, eles influenciam pelo exemplo. 

 

Os influenciadores mostram autenticamente aos outros como usam seu produto na vida cotidiana, com sua própria voz e em seus próprios canais de mídia social.

 

Sabe aqueles posts patrocinados, que aparecem no seu feed, onde celebridades e personalidades das redes sociais mostram produtos que têm usado ultimamente? São os exemplos mais conhecidos de marketing de influenciadores.

 

Ao contrário dos relacionamentos de embaixadores da marca, as relações entre marca e influenciadores são, em quase todos os casos, de curto prazo. 

 

Um influenciador geralmente promove um produto apenas uma ou duas vezes. 

 

Também é importante notar que os influenciadores podem não ter necessariamente usado seu produto antes.

 

A marca escolherá influenciadores por sua capacidade de alcançar facilmente um público.

 

Eles têm grandes quantidades de seguidores naquele mercado X ou Y, conhecimento no nicho em que sua marca está focada, ou ambos. Por exemplo:

 

  • Uma empresa de cosméticos pode pedir a um YouTuber de maquiagem para compartilhar seus produtos em um vídeo.
  • Uma empresa de alimentação à base de plantas pode pedir a um blogueiro vegano para provar e escrever sobre seu mais novo lançamento.

 

A ideia é que, se um influenciador ama seu produto, seu status convencerá seus seguidores a comprá-lo, já que seus seguidores confiam nele.

 

Os seguidores são muito mais propensos a confiar em posts de influenciadores do que em anúncios tradicionais porque as vozes dos influenciadores parecem mais genuínas. 

 

De acordo com Emma Knightley, do Instituto de Marketing Digital, quase metade dos consumidores "dependem de recomendações de influenciadores" para determinar quais produtos comprar. 

 

40% compraram um produto depois de ver um influenciador usá-lo nas redes sociais, e 60% consideraram comprar um produto promovido por influenciadores se o vissem em uma loja.

Mas nem tudo são flores, não é mesmo? 

Existe uma desvantagem potencial: se um influenciador com quem uma marca está conectado perde sua reputação e confiança através de ações questionáveis, isso pode levar os clientes a ver os produtos daquela marca de forma negativa também.

Existem três tipos principais de influenciadores:

 

  • Celebridades. A categoria de celebridades também inclui estrelas das redes sociais com milhões de seguidores. Celebridades têm alto alcance, mas geralmente têm baixo engajamento com seguidores: elas não respondem aos comentários e perguntas com frequência e, se o fazem, provavelmente não são elas que estão, de fato, respondendo. Isso tem ligação direta com a autenticidade que falamos mais cedo aqui no texto.
  • Macro-influenciadores. Essas personalidades têm mais de cem mil seguidores nas redes sociais ou blogs, mas menos de um milhão de seguidores. Os macro-influenciadores têm níveis médios de alcance e engajamento.
  • Micro-influenciadores. Esses usuários de mídia social e blogueiros têm públicos menores, na casa dos milhares ou dezenas de milhares, por isso têm o menor alcance. No entanto, os micro-influenciadores têm vantagens sobre os anteriores: têm alto engajamento com seus seguidores, e geralmente têm autoridade elevada no seu nicho. Sua penetração é maior, ou seja, esses influenciadores conseguem de fato chegar e conversar com seu público numa escala muito maior que as celebridades e os macro-influenciadores. Justamente por isso essa categoria bombou nos últimos anos e gerou muito $$ pra essa galera.


Diferenças entre embaixadores e influenciadores

 

Já deve ter ficado claro por quê e no quê os embaixadores e influenciadores se distinguem.

Pra resumir, aqui está porque eles são diferentes (e é bem importante que os Community Managers saibam disso):

  • Embaixadores da marca promovem sua marca fazendo boca a boca com outras pessoas sobre seu produto). Influenciadores promovem a marca através do exemplo (mostrando aos outros como eles próprios usam o produto).
  • As relações com influenciadores são tipicamente de curto prazo, mas as relações com embaixadores são de longo prazo. Influenciadores só promovem sua marca uma ou duas vezes, enquanto os embaixadores promovem sua marca repetidas vezes.
  • Os influenciadores sempre recebem algum tipo de pagamento (dinheiro ou produtos gratuitos) para promover sua marca, mas os embaixadores da marca muitas vezes promovem sua marca gratuitamente.
  • Os influenciadores não necessariamente usaram seu produto antes. Todos os embaixadores já usaram ativamente seu produto.
  • Os influenciadores são escolhidos com base em sua capacidade de alcançar um público. Embaixadores, porém, são escolhidos com base no amor e na confiança existentes por um produto.
  • Os embaixadores da marca estão comprometidos em promover sua marca — sua marca já faz os olhos deles brilharem. Alguns influenciadores podem optar por não promover o produto se não for algo incrível pra eles, especialmente se forem bombardeados com pedidos de promoção de várias marcas.
  • Se você quiser que um influenciador promova seu produto, você deve enviar todas as infos e amostras de produtos. Diferente disso, os embaixadores provavelmente já promoveram seu produto antes mesmo de você pensar em recrutá-los para o seu programa de embaixador.

 

Por que eles são importantes?

 

Tanto influenciadores quanto embaixadores de marcas têm valor substancial no cenário de marketing atual.

 

Sua capacidade de impactar significativamente a maneira como clientes novos e existentes vêem e interagem com marcas não podem ser replicadas por outras formas de publicidade.

 

Campanhas de influenciadores e programas de embaixadores são capazes de ajudar as marcas a alcançar a conscientização de longo alcance, ao mesmo tempo em que formam um relacionamento genuíno entre marcas e consumidores.

Essas iniciativas, como parte de uma grande estratégia de comunidade, são certeiras para o sucesso da marca. 

 

Leia também: 

 

 

 

 

 

Gabriela Montezi
Gabriela é analista de marketing digital da CM School, apaixonada pelo mundo digital e por criar conteúdos.

 

 

Receba nossa newsletter semanal