Facebook muda de nome para Meta em razão do Metaverso

notícias

O Facebook divulgou, nesta quinta-feira (28), uma mudança no nome da empresa por trás da rede social. Com a alteração, a empresa tornará a se denominar Meta para se focalizar em sua nova finalidade: a formação do metaverso (ambientes de mundo virtual compartilhados que as pessoas podem conectar via internet). 

A medida, vale evidenciar, não prejudica o Facebook, que continua com o mesmo nome.

 

A woman holds a smartphone with Meta logo on it in front of a displayed Facebook logo in this illustration taken, October 28, 2021. REUTERS/Dado Ruvic/Illustration

 

As primeiras informações foram relatadas na semana passada. Segundo pessoas a par da  temática assunto ao The Verge, a empresa responsável pelo Instagram, WhatsApp e outras funções iria trocar o seu nome em um anúncio a ser cumprido nesta quinta-feira (28). Dias depois, o novo nome do Facebook foi concluído no Connect.

A medida é mais um interesse da companhia para se empenhar no aprimoramento do metaverso. Trata-se de um espaço virtual coletivo feito através da junção entre uma realidade física online melhorada e um espaço virtual físico forte.

Assim, é possível ter uma experiência que reúne ambos espaços em um.

 

Meta: o significado por trás do novo nome do Facebook - GQ | Tecnologia

 

"No momento, nossa empresa está intimamente conectada a um produto que não pode retratar tudo o que estamos elaborando hoje, muito menos no futuro".

"Com o tempo, aguardo que sejamos vistos como uma empresa de metaverso e quero fundamentar nosso trabalho e nossa personalidade no que estamos criando."

disse Mark Zuckerberg.  

A empresa informou que, apesar da modificação, os informes financeiros manterão o mesma formato:

 

Facebook Chairman and CEO Mark Zuckerberg addresses the audience on "the challenges of protecting free speech while combating hate speech online, fighting misinformation, and political data privacy and security," at a forum hosted by Georgetown University's Institute of Politics and Public Service (GU Politics) and the McCourt School of Public Policy in Washington, U.S., October 17, 2019. REUTERS/Carlos Jasso/File Photo

 

"Com o tempo, aguardo que sejamos vistos como uma empresa de metaverso e quero fundamentar nosso trabalho e nossa personalidade no que estamos criando."

 A empresa informou que, apesar da modificação, os informes financeiros manterão o mesma formato:

"Partindo dos nossos frutos do quarto trimestre de 2021, planejamos atribuir em dois segmentos operacionais: Família de Aplicativos e Laboratórios de Realidade. 

Além disso, pretendemos iniciar a negociar sob o novo código de ações que reservamos, MVRS, em 1º de dezembro. 

O anúncio de hoje não prejudica a forma como usamos ou compartilhamos os dados", afirmaram.

 

Gostou? Será que daqui um tempo teremos comunidades no formato metaverso?

 

 

 

Emiliano é especialista em estratégias para comunidades e desenvolveu o primeiro curso e workshop sobre estratégias de comunidades do Brasil.
 

 

Receba nossa newsletter semanal