O que é Crowdfunding ou financiamento coletivo?

estratégia gestão planejamento

Quem nunca pensou em começar um projeto social, publicar um livro ou até mesmo fazer uma espingarda de sal para matar insetos? Isso mesmo, parece loucura, mas Lorenzo Maggiore conseguiu arrecadar cerca de R$1.330.000 para fazer esse projeto um tanto quanto inusitado via financiamento coletivo. Mas como funciona o crowdfunding (financiamento coletivo) e como ele surgiu no Brasil? Continue com a gente e descubra como finalmente botar para rodar um projeto guardado na gaveta.

 

1. O que é crowdfunding?

Crowdfunding é o uso de pequenas ou grandes quantias de dinheiro de um grande número de pessoas para financiar um novo projeto usando o fácil acesso de sites especializados em reunir investidores e empreendedores com o potencial de aumentar o empreendedorismo. Em troca, eles podem ganhar recompensas que são ofertadas por quem receberá o apoio financeiro ou parte do dinheiro recolhido.

 

2. Quando surgiu o financiamento coletivo no Brasil?

O financiamento coletivo surgiu como um modelo de economia colaborativa mais fácil e viável para qualquer pessoa que quer arrecadar fundos – artistas, ONGs, esportistas, empreendedores, entre muitos outros. No Brasil apareceu em 2011. Vale lembrar que o desenvolvimento da internet proporcionou que as ideias e os projetos alcançassem muito mais pessoas do que somente aquelas conhecidas, superando capitais e até países que até então limitavam o financiamento.

 

3. Para que serve o crowdfunding?

O crowdfunding serve para conquistar recursos para a execução de ideias que podem ser focadas na formação de uma empresa, numa instituição de causa social, na execução de festivais, na criação de marcas de roupas, entre milhares de outros projetos. Ele é utilizado para qualquer tipo de mercado.

 

4. Quem pode aderir ao crowdfunding?

Qualquer pessoa (e não precisa ser pessoa jurídica). A única obrigação que você precisa seguir é ter um projeto no papel e mostrar confiança para convencer os investidores a acreditar nesse sonho. 

 

5. Como começar um crowdfunding?

O funcionamento de um crowdfunding se dá por meio de sites e é simples de se fazer. A pessoa que quer tirar o projeto do papel deve se cadastrar e apresentar a ideia aos investidores, também cadastrados. Serão apresentadas informações do projeto e o valor necessário. Logo em seguida, o investidor, depois de se cadastrar no site do financiamento coletivo, pode examinar e escolher as oportunidades de investimento e então realizar sua oferta.

 

Antes de colocar seu projeto no site, vamos te mostrar os sites mais procurados para você hospedar seu sonhado projeto, mas antes, você precisa seguir algumas etapas para aumentar suas chances, ok?

 

  • Mostre sua paixão pelo projeto - algo fundamental para convencer as pessoas a participar da iniciativa. Fotos, vídeos e descritivos detalhados ajudam bastante;
  • Invista num bom planejamento da campanha (como fará o marketing no site e nas redes sociais, por exemplo);
  • Procure membros para a sua comunidade, ou seja, pessoas que tenham o mesmo interesse que o seu e são mais suscetíveis a aderir à sua ideia.


 Depois de conseguir mais membros, é hora de engajar o grupo que acreditou na sua iniciativa a ponto de investir dinheiro. É fundamental que você construa uma comunidade e os mantenha perto e informados. Leia nosso artigo sobre o papel das comunidades no financiamento coletivo para compreender.


5. Qual a diferença entre crowdfunding e a vaquinha?

 Quem nunca contribuiu com uma vaquinha para um churrasco com os amigos, um projeto na escola ou se juntou com os irmãos para comprar um presente para o Dias das Mães? Isso foi uma vaquinha porque você não precisou colocar num site para conseguir uma quantidade grande de pessoas para contribuir, ou seja, a sua ideia aconteceu apenas com o apoio de pessoas conhecidas.

Por exemplo:

Um grupo de atores e atrizes amadores precisa arrecadar dinheiro para fazer uma peça no teatro, comprar figurinos e alguns equipamentos de gravação. Se os organizadores optarem por uma vaquinha, eles terão que definir de que forma será reunido o dinheiro, como a ação será divulgada e como será o gerenciamento das doações, lembrando que a divulgação pode ser feita de muitas maneiras: redes sociais, WhatsApp, boca a boca, etc. Além disso, caso o grupo precise da renda de uma forma contínua ou para uma segunda etapa, a vaquinha deverá ser reaberta e divulgada outra vez.

Se, diferentemente da vaquinha, a alternativa escolhida pela equipe for o crowdfunding, a divulgação, ligação com os doadores e o gerenciamento monetário ficam reunidos em um único site. A informação centralizada ajuda o dono do projeto e os divulgadores em todas as etapas: desde o planejamento até a execução e prestação de contas. Outra coisa é o uso das recompensas para fidelizar e motivar apoios. Os atores poderiam oferecer presentes como um uma lista de shows particulares, vídeos exclusivos, como camisetas e autógrafos como recompensas das doações.

Outra dica: normalmente as vaquinhas estão relacionadas com investimentos menores, ao passo que o crowdfunding está associado a projetos grandes (lembrando que o retorno do crowdfunding não acontece para um grupo específico, mas sim para a sociedade inteira).

 

5. Tipos de campanhas de crowdfunding existentes:

  1. Doação (campanha sem recompensa)
  2. Recompensa
  3. Equity Crowdfunding
  4. Debt Crowdfunding

 7. Sites de financiamento coletivo:

  1. Kickante 
  2. Catarse
  3. Benfeitoria
  4. juntos.com.vc
  5. idea.me
  6. Broota
  7. Start Me Up

 

Quantas informações, né? O mais importante é saber que pessoas com sonhos e sem verba para realizá-los podem contar com ajuda de gente que acredita na sua ideia. Olha a força da comunidade aí!

Ficou com alguma dúvida? Entre no nosso grupo do Telegram ou deixe um comentário abaixo.

 

 

Referências:

https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/artigoshome/entenda-o-que-e-crowdfunding,8a733374edc2f410VgnVCM1000004c00210aRCRD

https://revistapegn.globo.com/Empreendedorismo/noticia/2019/06/ele-criou-uma-arma-que-mata-moscas-com-balas-de-sal.html

https://colunistas.kickante.com.br/a-evolucao-do-crowdfunding-no-brasil-e-no-mundo/

 (https://blog.abacashi.com/vaquinha-online-ou-crowdfunding/)

https://blog.apoia.se/crowdfunding-e-vaquinha-qual-a-diferenca/

 

 Emiliano Agazzoni
Emiliano é especialista em estratégias para comunidades e desenvolveu o primeiro curso e workshop sobre estratégias de comunidades do Brasil.

 

 

 

 

 

 

Receba nossa newsletter semanal