Qual a diferença entre Social Media Manager e Community Manager?

estratégia gestão planejamento
diferença entre Social Media Manager e Community Manager

 

Existe uma enorme confusão aí fora sobre o que faz um Community Manager e como sua função se inter-relaciona com as funções de um gerente de redes sociais. Muita gente pensa, inclusive, que se trata de um cargo só. Que é a mesma coisa. O mais importante é que você saiba que não é.

 

Já explicamos quem é, o que faz e quanto ganha um Community Manager.

 

Mas vamos começar do começo, ok?

Fizemos um vídeo bem legal onde o Emiliano Agazzoni, fundador da CM School,  explica essa diferença. 

 

 

Se preferir ler o artigo, vamos lá. 

 

O problema começa no momento em que a descrição do cargo é feita.

 

Como isso acontece pelas mãos de profissionais de outras áreas e tratam-se de cargos relativamente novos - que não existiam uma década atrás -, é mais fácil comparar os papéis e responsabilidades do que apontar justamente as diferenças entre elas.

 

Ta ai o primeiro erro.

 

Enquanto o Social Media Manager tem como objetivo principal planejar e coordenar as atividades/ações nas redes sociais, o Community Manager deve criar e gerenciar as comunidades online e offline (veja aqui a primeira diferença, pois não falamos de apenas ambientes online para CM).

 

 


Nesse meio de campo, o Community Manager irá, muitas vezes executar as estratégias que foram planejadas pelo Social Media Manager.

 

O Social Media Manager é responsável por ser a marca nas redes sociais.

 

E as redes sociais são um canal e não uma comunidade.

 

Agora, se a sua comunidade usa as redes sociais como canal para se comunidade com a sua comunidade, isso é outro assunto, e está certíssimo.

 

Eles criam conteúdo, criam textos para posts, respondem comentários, perguntas e muitas outras coisas como se fossem a marca.

 

Os gerentes de redes sociais, na maioria das vezes, lidam com pessoas que têm um relacionamento ou já ouviram falar a respeito da marca.

 

 

O Community Manager é responsável por defender a marca nas redes sociais

 


Eles criam sua própria personalidade social e saem ativamente da comunidade online para se conectar com clientes em potencial e advogar de forma adequada.

 

Os gerentes de comunidade geralmente lidam com aqueles que podem ou não ter ouvido falar do negócio em que trabalham e aproveitam para divulgar a marca.

 

Embora os dois papéis possam parecer idênticos, os Social Media Managers atuam essencialmente como marcas, enquanto os Community Managers se apresentam em nome da marca que estão promovendo.



O trabalho em conjunto dessa dupla pode trazer ótimos resultados para as estratégias de marketing nas redes sociais, mas é muito importante deixar claro que o trabalho do CM extrapola o universo digital.

 

Ele atua (e muito) no ambiente offline.

 

 

Quer alguns exemplos?

 


É o Community Manager quem planeja e coordena eventos presenciais, quem conversa e se relaciona com os membros da comunidade que estão à sua volta, é ele quem cria iniciativas para aproximar estes membros presencialmente, como um "café da manhã", rituais de aniversários, "dia da beleza", "dia do orgulho LGBTQAIP+", organiza uma ação social, ativações de marca em shopping e lugares públicos, etc.

 

Ele fortalece relações e promove o trabalho colaborativo, conectando pessoas através de seus interesses e necessidades comuns.

 

Já o Social Media Manager está (ou deveria estar) num nível mais estratégico, sendo responsável por planejar e coordenar toda estratégia da empresa nas redes sociais, além de implementar campanhas nos pontos de contato digitais onde a marca está presente, sempre zelando pela sua reputação.

 

Ele deve estar atento às percepções dos clientes sobre a empresa, sempre aberto a ouvir e "pivotar", se for o caso.

 

O Social Media Menager estar sempre atento às tendências do marketing digital e estar muito ligado nas métricas que estabeleceu previamente.

 

Quanto à análise de dados, ela faz parte da rotina de ambos, portanto, além de manjar muito de comunicação, eles precisam gostar de números.

 

 

O que não pode faltar para um Community Manager?

 

 

Os termos "growth" e "engajamento" são muito mais presentes no papel do gerente de comunidade em comparação com o gerente de redes sociais.

 

Isso reforça o objetivo de que os Community Managers estão focados em se engajar com novas perspectivas para aumentar a comunidade da marca.

 

É esperado que os Community Managers tenham um networking poderoso e uma excelente comunicação. Ele deve estar sempre alinhado com a voz e a personalidade da marca.

 

 

O dia a dia de um Community Manager

 


O Community Manager irá investir seu tempo no fortalecimento de uma comunidade fantástica para seus membros, mas como é exatamente sua rotina de trabalho?

 

  • 40% do seu dia: o Community Manager deve conversar com os membros da comunidades e os defensores da marca ou embaixadores.
  • 20% do seu dia: deve dar visibilidade e credibilidade para marca com a sua comunidade e stakeholders, participando de bate-papos, eventos, rituais.
  • 20% do seu dia: deve buscar maneiras estratégicas de escalar nossas comunidades e se conectar com novas pessoas
  • 10% do seu dia: analisando as métricas e KPIs de sucesso.
  • 10% do seu dia: criando relacionamentos com pessoas de diferentes equipes da empresa ou da organização da comunidade (bebendo muito café, rs).

 

Em resumo, os gerentes de comunidade são pessoas que se relacionam diariamente com os clientes atuais, enquanto também se envolvem com novos clientes em potencial.

 

O Community Manager é, basicamente, o rosto que incentiva as conexões pessoais entre uma empresa e seus seguidores.

 

Ficou mais claro? Esperamos que sim!

 

 

 

 

 

Emiliano Agazzoni
Emiliano é especialista em estratégias para comunidades e desenvolveu o primeiro curso e workshop sobre estratégias de comunidades do Brasil.

 

Receba nossa newsletter semanal